5 de Novembro de 2015 / às 20:00 / 2 anos atrás

Bovespa fecha em alta após pregão volátil, de olho em dados dos EUA; Eletrobras dispara

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa brasileira fechou em alta nesta quinta-feira, após um pregão volátil, com investidores digerindo nova leva de resultados corporativos e aguardando a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos na sexta-feira.

O Ibovespa avançou 0,71 por cento, a 48.046 pontos. O giro financeiro foi de 6 bilhões de reais.

O índice oscilou entre os territórios positivo e negativo durante o pregão, sem tendência definida, mas ações de bancos, que têm peso relevante em sua composição, contribuíram para que fechasse no azul.

As declarações da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, na véspera, contribuíram para dar novo fôlego a preocupações sobre o impacto de uma alta de juros nos EUA sobre países emergentes. Yellen disse que o desemprego baixo, o crescimento contínuo e a crença em um retorno em breve da inflação significam que o país está pronto para taxas de juros mais altas.

Nesta quinta, dados mostraram que os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA ficaram em 276 mil na semana passada, acima da estimativa de 262 mil, mas o mercado aguardava principalmente o relatório de emprego do país, com divulgação prevista para sexta-feira.

"O número mais importante é o relatório de emprego de amanhã", disse o economista Hersz Ferman, da Elite Corretora. Na sua avaliação, embora o mercado já leve em conta um aumento de juros no médio prazo, o momento em que isso ocorrerá tem influenciado bastante os ativos de risco no curtíssimo prazo.

No noticiário local, resultados de empresas como Smiles, Braskem, BTG Pactual e Telefônica Brasil agitaram os negócios.

DESTAQUES

=ELETROBRAS subiu 8,18 por cento nas ações ordinárias, no maior ganho percentual do Ibovespa, e fechou no maior patamar desde meados de julho, depois de a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ter avaliado, em relatório, em 9 bilhões de reais a indenização devida pela União à estatal, referente a investimentos não amortizados em linhas de transmissão. O Santander disse que a cifra ultrapassa o valor patrimonial dos ativos e é superior aos valores incluídos em seu modelo.

=SMILES subiu 6,52 por cento, no segundo dia consecutivo de fortes ganhos, depois de a empresa divulgar alta de 65,3 por cento do lucro líquido no terceiro trimestre, apoiada na melhora do resultado operacional. Os resultados foram fortes, com crescimento do faturamento bruto, da receita líquida e do resgate de milhas, apontando ganho de participação de mercado. O UBS disse que, apesar dos resultados positivos, a controladora Gol deve continuar influenciando a performance da ação da Smiles, uma vez que a companhia aérea provavelmente continuará queimando caixa, apesar da recuperação no terceiro trimestre do indicador que mede preços de passagens ante o segundo trimestre.

=TELEFÔNICA BRASIL perdeu 4,84 por cento, pior desempenho do Ibovespa, após anunciar queda de 16 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre. Analistas do Citi disseram que os resultados não foram inspiradores. "Uma vez que não se espera que a Vivo cresça mais rápido nem tenha geração de caixa mais saudável, vemos espaço limitado para uma performance da ação melhor que a do mercado no curto e médio prazos, especialmente com a deterioração do ambiente macroeconômico no Brasil", escreveram, mantendo recomendação "neutra" para o papel.

=BTG PACTUAL, que não está no Ibovespa, subiu 3,22 por cento, reagindo a salto de 96,4 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre ante igual etapa de 2014. A instituição financeira teve crescimento expressivo nas receitas das unidades de gestão de riquezas e de operações de tesouraria (sales and trading).

=BRASKEM avançou 0,69 por cento, depois que ganhos financeiros gerados pela desvalorização do real e maiores volumes de vendas impulsionaram o lucro do terceiro trimestre.

=VALE caiu 1,63 por cento nas preferenciais, acompanhando o recuo do preço do minério de ferro na China, mesmo após reduzir o orçamento do projeto S11D, no Pará, por conta da desvalorização do real ante o dólar. Em relatório após visita às obras, analistas do Santander pontuaram que os custos operacionais esperados do projeto podem decepcionar alguns investidores. "Ainda consideramos que a Vale está mostrando forte desempenho em termos de cortes nos custos e crescimento orgânico, embora, em nossa opinião, novas rodadas de enfraquecimento nos preços do minério de ferro devam manter o ceticismo dos investidores no curto prazo", escreveram.

=ELETROPAULO, que não integra o Ibovespa, caiu 9,45 por cento, após divulgar prejuízo no terceiro trimestre. Uma falha no registro de dados sobre blecautes levou a empresa a fazer uma provisão de 105,4 milhões de reais no trimestre. A empresa informou ainda que não espera para antes do segundo trimestre de 2016 decisão sobre disputa judicial com a Eletrobras.

=BANCO DO BRASIL fechou em alta de 4,87 por cento. Segundo o operador Luiz Roberto Monteiro, da Renascença DTVM, o mercado reagiu a expectativas sobre o balanço da instituição financeira, que será divulgado em meados do mês.

Edição de Raquel Stenzel

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below