17 de Fevereiro de 2016 / às 22:00 / 2 anos atrás

JBS contrata Enéas Pestana para comandar divisão da América do Sul

SÃO PAULO (Reuters) - A JBS, maior processadora de carne bovina do mundo, anunciou nesta quarta-feira a contratação do ex-presidente do Grupo Pão de Açúcar Enéas Pestana como presidente da divisão para América do Sul.

A JBS também anunciou a contratação de Russ Colaco, ex-diretor do banco Morgan Stanley, para comandar a nova área de estratégia e desenvolvimento corporativo.

Segundo a empresa, as outras áreas formadas por América do Norte, Europa e Ásia-Pacífico continuarão sendo administradas pelos atuais gestores e a divulgação dos resultados do grupo não sofrerá mudanças.

Em teleconferência com jornalistas, o presidente-executivo da companhia, Wesley Batista, afirmou que a organização da empresa na América do Sul, América do Norte, Europa e Ásia-Pacífico, “não tem nenhuma relação com planos para abertura de capital de subsidiárias”.

Segundo Batista, o movimento o ocorreu para dar mais eficiência ao grupo e ampliar geração de valor aos acionistas. Porém, ele terminou o raciocínio afirmando que “no futuro, quem sabe? Sempre pode ser uma alternativa”, disse ele sobre eventual IPO de alguma unidade da JBS.

Pestana afirmou que assumirá o comando da JBS na América do Sul, englobando desde atividades da unidade de alimentos processados JBS Foods como negócios couro, em tempo integral e que por isso está deixando suas funções na consultoria que ajudou a fundar. O executivo estava no Conselho de Administração da JBS Foods e era consultor do grupo JBS há cerca de 18 meses.

“Não tenho nenhum trabalho específico. Assumo como presidente para América do Sul. É um trabalho em tempo integral e que vai contar com todo meu engajamento”, disse Pestana ao responder pergunta sobre se sua contratação como presidente da unidade teria como objetivo a implementação de algum projeto específico que sua consultoria tenha elaborado para o grupo JBS.

A contratação do executivo, segundo Batista, aconteceu após longo tempo de “namoro” e também não tem relação com notícias recentes, negadas pela empresa, de que a JBS estaria avaliando o GPA e a empresa de cosméticos Natura para uma eventual aquisição.

“Não estamos pensando em nada com relação a varejo. Enéas esta vindo para comandar o que nós temos. Logicamente, ele traz experiência de varejo que a gente acha que vai adicionar valor aos negócios e melhorar nossos serviços e relacionamento com nossos parceiros clientes”, disse Batista.

“Não temos pretensão de comprar nenhuma empresa de varejo. A notícia foi completamente infundada, sem nenhuma base. A época de contratação do Enéas é mera coincidência. O convite para ele já tinha sido feito há algum tempo, o namoro era de longa data”, acrescentou o presidente-executivo da JBS.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below