22 de Maio de 2016 / às 16:36 / um ano atrás

Militantes atacam oleoduto na Nigéria

YENAGOA, Nigéria (Reuters) - Um oleoduto no estado de Bayelsa, na Nigéria, operado pela subsidiária local da italiana Eni, foi atacado no domingo, informou o Corpo de Defesa Civil e Segurança da Nigéria.

O ataque acontece poucos dias depois de o presidente Muhammadu Buhari dizer que tinha aumentado a presença militar na região do Delta do Níger, rica em petróleo, onde ataques nas últimas semanas levaram a produção de petróleo do país para mínima em mais de 20 anos.

Desmond Agu, porta-voz do Corpo de Defesa Civil e Segurança da Nigéria, uma agência do governo, disse que o oleoduto da Agip foi atacado nas primeiras horas de domingo (horário local).

"Uma gangue de jovens armados... vandalizou o duto ao longo do eixo de Azuzuama do duto Tebidaba-Brass com dinamite e acendeu fogo na linha", disse, acrescentando que um dos suspeitos havia sido preso.

A Eni, que opera na Nigéria através de sua subsidiária nigeriana Agip Oil Company, não pode ser imediatamente contatada para comentar o ataque.

Por Tife Owolabi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below