27 de Outubro de 2016 / às 10:42 / em um ano

Vale tem lucro de R$1,84 bi com alta no preço do minério de ferro

Sede da Vale, no centro do Rio de Janeiro. 15/12/2014 REUTERS/Pilar Olivares

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale, maior produtora global de minério de ferro, relatou nesta quinta-feira lucro líquido de 1,842 bilhão de reais no terceiro trimestre, com maiores volumes vendidos e preços mais altos do seu principal produto.

A companhia reverteu prejuízo de 6,663 bilhões de reais registrado no mesmo período do ano passado, quando a variação cambial havia afetado os resultados.

“Foi um resultado limpo, excelente desempenho operacional e boa geração de caixa... Nenhum impacto de variação cambial, nenhum reconhecimento de provisões ou efeitos extraordinários”, disse o diretor-executivo de Finanças e Relações com Investidores da Vale, Luciano Siani, em vídeo.

O resultado líquido, no entanto, caiu 48,6 por cento na comparação com o segundo trimestre, com a mineradora atribuindo essa queda principalmente a variações cambiais, de acordo com relatório da empresa.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado da companhia brasileira somou 9,829 bilhões de reais no terceiro trimestre, ante 6,816 bilhões de reais no mesmo período do ano passado.

Segundo Siani, o crescimento do Ebitda ocorreu não somente por preços ligeiramente melhores, mas também “pela redução de custos muito expressiva”.

“Para vocês terem uma ideia, apesar de o dólar cotado em reais ter evoluído na média de 3,51 (reais) para 3,25 (reais), o custo da Vale de produção de minério de ferro colocado no porto em dólares caiu de 13,2 dólares para 13 dólares”, disse ele.

“Ou seja, se esperaria uma alta, em função da apreciação do real, mas o que ocorreu foi o contrário, uma queda, porque em reais o custo diminuiu ainda mais, compensando a apreciação do real, foi o resultado muito expressivo.”

Os custos e despesas totais somaram 5,264 bilhões de dólares no terceiro trimestre, ficando praticamente estável em relação ao segundo trimestre. No mesmo período do ano passado, a mineradora registrou um valor maior nesse indicador, de 5,671 bilhões de dólares.

O esforço da empresa para reduzir custos em minério de ferro foi ressaltado pela corretora Bernstein, em relatório. “Isso ajudou a trazer outro forte Ebitda versus a estimativa do Bernstein e do consenso.”

ALTA DO MINÉRIO

Siani ressaltou ainda recordes de produção da mina de minério de ferro de Carajás, de carvão na mina de Moatize e na produção de ouro.

A receita líquida totalizou 23,772 bilhões de reais no terceiro trimestre, alta de 2 por cento ante o mesmo período do ano passado.

O volume de vendas de minério de ferro (finos) somou 74,231 milhões de toneladas no terceiro trimestre, ante 70,53 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado.

A companhia ainda registrou aumento no preço realizado de finos de minério de ferro (CFR/FOB) para 50,95 dólares por tonelada, ante 46,48 dólares no mesmo período do ano passado, com o mercado apontando para um cenário menos pessimista do que no início de 2016 --o setor tem sido pressionado pelo aumento de capacidade de produção das grandes companhias.

Com a redução de custos e melhora no resultado operacional, a Vale afirmou que conseguiu reduzir o endividamento.

A dívida líquida caiu 1,543 bilhão de dólares na comparação com o segundo trimestre, para 25,965 bilhões de dólares, mas ainda está acima dos 24,213 bilhões de dólares registrados no mesmo período do ano passado. A alavancagem ficou em 3,6 vezes, o mesmo nível registrado no terceiro trimestre do ano passado.

A empresa informou ainda que os investimentos totalizaram 1,257 bilhão de dólares no terceiro trimestre, representando uma redução de 111 milhões de dólares em comparação com o segundo trimestre.

Os investimentos na execução de projetos totalizaram 741 milhões de dólares, dos quais 530 milhões de dólares foram relacionados ao projeto S11D, que tem a primeira venda comercial de minério de ferro planejada para o primeiro trimestre de 2017.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below