17 de Maio de 2017 / às 21:24 / 6 meses atrás

Ibama emite licença de operação do navio-plataforma P-66 da Petrobras

BRASÍLIA (Reuters) - O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) emitiu nesta quarta-feira a licença de operação para o navio plataforma P-66, da Petrobras, liberando o início das atividades do equipamento no pré-sal da Bacia de Santos.

A Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Transferência (FPSO) vai operar no campo de Lula Sul e tem capacidade para processar 150 mil barris de óleo por dia (bpd) e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural diários. A unidade produzirá por dez poços produtores e oito poços injetores.

Segundo o Ibama, a licença estabelece 36 condicionantes que deverão ser cumpridas para a operação do navio-plataforma.

A licença foi concedida antes do prazo para conclusão das análises do instituto, que se encerraria em 28 de junho, segundo o Ibama.

Entre as condições estabelecidas pelo Ibama está o desenvolvimento de projeto de monitoramento de praias e baleias na bacia de Santos, bem como da avifauna e do meio ambiente da região.

O Ibama também pede que seja desenvolvido projeto de controle da poluição.

A P-66 é a primeira unidade FPSO própria do consórcio de Lula, integrado também por Shell e Petrogal, da portuguesa Galp, a ser instalado no pré-sal da Bacia de Santos.

Por Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below