22 de Agosto de 2017 / às 16:38 / em um mês

BHP reporta alta no lucro e diz que deve deixar negócio de xisto nos EUA

SYDNEY (Reuters) - A BHP Billiton, maior mineradora do mundo, reportou uma alta no lucro subjacente para o ano todo nesta terça-feira e disse que pretende deixar seu negócio de fraco desempenho de óleo de xisto e gás nos Estados Unidos, agradando a acionistas descontentes que pediam a venda do segmento.

A gigante de mineração anglo-australiana, que está sob pressão do fundo de hedge Elliott Management para rever seu investimento no petróleo e aumentar o retorno de acionistas, foi beneficiada por uma recuperação no mercado de commodities industriais.

A empresa gerou mais dinheiro do que em alguns anos do boom de mineração, reduziu a dívida líquida em quase 10 bilhões de dólares, para 16,3 bilhões de dólares, e triplicou seu dividendo final para 0,43 dólar por ação.

O lucro subjacente de 6,7 bilhões de dólares ficou abaixo das expectativas de 7,4 bilhões de dólares, segundo uma pesquisa da Thomson Reuters, mas o mercado focou na menor dívida e na determinação da companhia em deixar o setor de xisto nos EUA.

“A dívida líquida parece muito impressionante...então o dinheiro parece ter sido aplicado para desalavancagem”, disse o analista da Shaw and Partners, Peter O‘Connor.

Por James Regan; reportagem adicional de Barbara Lewis, Sonali Paul e Anusha Ravindranath

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below