22 de Agosto de 2017 / às 20:54 / um mês atrás

Ibovespa sobe 2% e volta a 70 mil pontos após plano de desestatização da Eletrobras

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subiu 2 por cento nesta terça-feira e recuperou os 70 mil pontos, amparado no bom humor após o anúncio do plano de desestatização da Eletrobras. As ações ordinárias da empresa saltaram quase 50 por cento e puxaram para cima papéis de outras estatais.

O Ibovespa fechou em alta de 2,01 por cento, a 70.011 pontos, maior patamar de fechamento desde janeiro de 2011. O giro financeiro somou 11,7 bilhões de reais.

O passo do governo em relação à estatal de energia elétrica foi bem recebido por agentes de mercado, que veem uma sinalização de diminuição do tamanho do Estado. “É uma expectativa positiva por privatizações no país... O pensamento que fica é o de que vai desinchar um pouco a máquina”, disse o gerente de renda variável da H.Commcor Ari Santos.

No fronte político, a expectativa era pela votação da medida provisória que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP) que vai substituir a TJLP, embora perto do fechamento do pregão, a comissão mista que analisa a proposta tenha sido encerrada sem votação.

O término da sessão causou protestos da base aliada do governo do presidente Michel Temer, que buscava um meio de destituir presidente da comissão mista, senador Lindbergh Farias (PT-RJ), para reabrir a sessão e votar a MP.

DESTAQUES

- ELETROBRAS ON disparou 49,3 por cento e ELETROBRAS PNB avançou 32,08 por cento. O plano de venda do controle da estatal anunciado na véspera poderá gerar uma arrecadação de até 20 bilhões de reais para a União. Com o movimento do pregão, o valor de mercado da Eletrobras subiu em 9,14 bilhões de reais no dia. Porém, apesar das altas desta sessão, as ações ON ainda acumulam queda de 7,06 por cento no ano, enquanto as PNB mostram perdas de 2,04 por cento.

- BANCO DO BRASIL ON teve alta de 4,41 por cento, na esteira da divulgação da desestatização da Eletrobras, com expectativas de que o governo possa reduzir também a participação em outras empresas que controla.

- PETROBRAS PN avançou 3,37 por cento e PETROBRAS ON ganhou 3,7 por cento, também amparadas no bom humor com a notícia de diluição da fatia do governo na Eletrobras.

- CEMIG PN subiu 8,58 por cento. Segundo operadores, os ganhos foram sustentados por expectativa de que o leilão de usinas operadas pela empresa possa ser adiado com a desestatização da Eletrobras. Na véspera, uma decisão liminar suspendeu o leilão agendado para 27 de setembro, no qual a União pretende oferecer a investidores a concessão de quatro hidrelétricas operadas pela Cemig, cujos contratos expiraram.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançou 2,12 por cento e BRADESCO PN ganhou 2,26 por cento, ajudando os ganhos do índice devido ao peso das ações em sua composição.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below