29 de Agosto de 2017 / às 17:15 / 23 dias atrás

Privatização da Cesp atrai investidor nacional e estrangeiro, diz Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante evento em Brasília 22/09/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino

SÃO PAULO (Reuters) - A privatização da estatal paulista de energia Cesp, cujo leilão está previsto para 26 de setembro na B3, deve atrair empresas nacionais e estrangeiras, disse nesta terça-feira o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Ele afirmou ainda que a operação permitirá ao governo do Estado exercer suas funções de “regulador e fiscalizador” do setor elétrico, deixando de ser um agente investidor.

Sem entrar em detalhes, o governador disse ainda que as perspectivas para o negócio “são boas” e que uma lista de interessados deve ser divulgada cerca de uma semana antes da licitação.

Ele não quis dar mais detalhes sobre as expectativas quanto à privatização.

O governo paulista buscará vender na licitação toda sua fatia de cerca de 40,6 por cento no capital da Cesp. A companhia opera três hidrelétricas em São Paulo que somam aproximadamente 1,65 gigawatt em capacidade instalada.

Por José Roberto Gomes e Ana Mano

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below