31 de Agosto de 2017 / às 17:09 / em 3 meses

Mercados acionários europeus ampliam ganhos, mas Carrefour pressiona setor de varejo

LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus avançaram pelo segundo dia nesta quinta-feira após fortes perdas com os temores sobre a Coreia do Norte, mas registraram o terceiro mês consecutivo de queda, enquanto um alerta de lucro do Carrefour pressionou o setor varejista.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,74 por cento, a 1.469 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,77 por cento, a 374 pontos, impulsionado pelos fortes ganhos entre os setores de mineração e de construção. Por outro lado, o setor varejista caiu 1,3 por cento.

O mercado também foi sustentado pela notícia da Reuters de que o fortalecimento rápido do euro, que ajudou a pressionar o STOXX para a mínima de seis meses nesta semana, estava preocupando um número cada vez maior de autoridades do BCE, aumentando a chance de que a redução das compras de ativos seja feita lentamente.

As ações do Carrefour caíram 13 por cento, maior recuo diário em 20 anos, depois que a cadeia de supermercados francesa alertou que o lucro de 2017 pode cair 12 por cento e cortou sua meta de crescimento de vendas.

A empresa relatou resultados mais fracos do que o esperado no primeiro semestre dada a concorrência intensa no setor varejista, o que pressionou suas margens.

“Embora os resultados fracos do primeiro semestre do Carrefour estejam relacionados em parte a alguns fatores externos ou não recorrentes (integração das lojas Eroski na Espanha e a mudança na regulação de crédito no Brasil), eles também ilustram os desafios estruturais do grupo”, disseram analistas do Barclays.

O índice de varejo tem tido um dos piores desempenhos na Europa neste ano uma vez que a concorrência e as pressões estruturais aumentam.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,89 por cento, a 7.430 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,44 por cento, a 12.055 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,58 por cento, a 5.085 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,77 por cento, a 21.670 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,52 por cento, a 10.299 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,87 por cento, a 5.156 pontos.

Por Helen Reid e Danilo Masoni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below