6 de Setembro de 2017 / às 16:01 / 16 dias atrás

Inflação baixa permite ao país crescer mais, diz Meirelles

O ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, durante coletiva de imprensa em Brasília 05/09/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira que inflação baixa permite ao país crescer mais, aumenta o poder de compra da população e ressaltou que os juros de mercado de longo prazo estão baixos para o histórico brasileiro.

Meirelles, no entanto, não quis fazer comentários sobre política monetária, no dia em que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central se reúne para definir a nova Selic. As estimativas gerais dos agentes econômicos são de que a taxa básica de juros será reduzida em 1 ponto percentual, a 8,25 por cento ao ano.

Mais cedo, foi divulgado que o IPCA desacelerou a alta bem mais do que o esperado em agosto, acumulando em 12 meses avanço inferior a 2,5 por cento. O resultado fez com que os DIs passassem a mostrar apostas majoritárias de que o BC vai desacelerar menos o ritmo de corte da Selic em outubro.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below