13 de Setembro de 2017 / às 11:50 / em 2 meses

Investimento empresarial impulsiona produção industrial da zona do euro de julho

BRUXELAS (Reuters) - A produção industrial da zona do euro teve leve recuperação em julho após uma queda acentuada em junho, impulsionada principalmente por investimentos corporativos e bens de consumo duráveis, mostraram dados do escritório de estatística da União Europeia, Eurostat, nesta quarta-feira.

A produção industrial cresceu 0,1 por cento em julho na comparação mensal, informou o Eurostat, após uma queda de 0,6 por cento em junho.

Apesar de a alta ser leve, os números da produção foram bons para o crescimento do bloco de 19 países na segunda metade do ano, uma vez que o aumento foi causado principalmente pelos bens de capital, confirmando o otimismo das empresas.

Os dados de produção de julho seguem a aceleração do crescimento econômico da zona do euro para 0,6 por cento nos três meses até junho, após uma expansão robusta de 0,5 por cento no primeiro trimestre.

O crescimento limitado deveu-se a uma queda acentuada de 1,2 por cento na produção de energia e a um recuo de 0,4 por cento na produção de bens de consumo não duráveis, como alimentos e roupas.

O resultado mensal veio em linha com a mediana das previsões dos economistas entrevistados pela Reuters, enquanto o crescimento de 3,2 por cento em relação ao ano anterior ficou um pouco abaixo das expectativas do mercado, de avanço de 3,4 por cento.

Por Francesco Guarascio

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below