15 de Setembro de 2017 / às 10:48 / em 7 dias

Índice acionário de Xangai termina semana em queda por sinais de que economia da China perde força

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - O índice de Xangai recuou nesta sexta-feira e terminou a semana com perdas devido a uma série de dados fracos que sugerem que a segunda maior economia do mundo está começando a perder força diante dos crescentes custos de empréstimos e dos cortes de capacidade determinados pelo governo.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,04 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,53 por cento.

Na semana, o CSI300 acumulou alta de 0,1 por cento, enquanto o SSEC teve queda de 0,3 por cento.

Os dados decepcionantes divulgados na quinta-feira ofuscaram um pouco o crescimento surpreendentemente robusto da China no primeiro semestre, que havia elevado com força os lucros das empresas.

O investimento em ativos fixos, um dos principais motores do crescimento da China, cresceu 7,8 por cento entre janeiro e agosto ante o ano anterior, o ritmo mais fraco em quase 18 anos, enquanto a produção industrial e as vendas no varejo também cresceram menos do que o previsto.

Analistas destacaram a desaceleração no investimento em infraestrutura, bem como o impacto das ações do governo para fechar minas e fábricas altamente poluentes para reduzir a poluição do ar.

Mas eles acrescentaram que, embora o impulso possa diminuir ligeiramente, a expectativa é de que o crescimento da China permaneça relativamente robusto durante o resto do ano e atinja com facilidade a meta do governo de cerca de 6,5 por cento.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,14 por cento às 7:43 (horário de Brasília).

Mais cedo, porém, o índice recuou depois que a Coreia do Norte disparou outro míssil sobre o Japão nesta sexta-feira, demonstrando a postura desafiadora de Pyongyang contra a intensificação das sanções da Organização das Nações Unidas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,52 por cento, a 19.909 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,11 por cento, a 27.807 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,53 por cento, a 3.353 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,04 por cento, a 3.831 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,35 por cento, a 2.386 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,25 por cento, a 10.580 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,35 por cento, a 3.209 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,76 por cento, a 5.695 pontos.

Por Hideyuki Sano, Luoyan Liu e John Ruwitch

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below