18 de Setembro de 2017 / às 19:05 / em 3 meses

Reforma da mineração no Brasil encareceu custos para operar no setor, diz diretor da Vale

BELO HORIZONTE (Reuters) - A reforma do Código de Mineração no Brasil encareceu os custos de se operar no setor e não gerou contrapartida para fomentar investimentos, afirmou o diretor-executivo de consultoria geral da Vale , Clovis Torres, em evento em Belo Horizonte nesta segunda-feira.

“De uma hora para outra, minerar no Brasil ficou bem mais caro para as empresas e não houve contrapartida para fomentar os investimentos”, afirmou o diretor da Vale.

“Se já estava difícil atrair investimentos externos para mineração, a perspectiva ficou ainda mais nublada”, acrescentou ele.

Mineradoras ficaram em parte frustradas com a reforma do Código de Mineração no Brasil, disse o executivo da Vale, a maior produtora global de minério de ferro.

Segundo Torres, a reforma do Código de Mineração por meio de uma medida provisória limitou o espaço para discutir-se as mudanças publicamente.

Ao final de julho, o governo anunciou a reforma do setor pautada por três medidas provisórias.

Em uma das medidas, o governo prevê elevar a partir de novembro a alíquota do royalty cobrado do minério de ferro, que irá subir dos atuais 2 por cento para até um limite de 4 por cento, variando de acordo com o preço internacional do insumo.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below