19 de Setembro de 2017 / às 12:56 / em 2 meses

Vazamento de amônia em instalações da Citrosuco fere duas pessoas no Porto de Santos

SÃO PAULO (Reuters) - Um vazamento de amônia nas instalações da Citrosuco no Porto de Santos (SP) feriu duas pessoas na noite de segunda-feira, mas não chegou a afetar as operações no principal terminal portuário do país, informou a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

Em foto de arquivo, vista geral de conteineres no Porto de Santos, Brasil 14/9/2016 REUTERS/Fernando Donasci

A Codesp disse que o vazamento foi controlado por volta das 22 horas da segunda-feira. Além disso, como as instalações da Citrosuco ficam afastadas de outras empresas e mesmo de bairros, não houve prejuízo às atividades do Porto de Santos ou aos moradores locais, segundo informações da assessoria de imprensa da estatal.

De acordo com a Codesp, as causas do acidente e os eventuais impactos ao meio ambiente serão investigados pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Nesta terça-feira, as operações no Porto de Santos ocorrem normalmente, incluindo na Citrosuco, segundo a Codesp e a empresa.

Em nota, a Citrosuco disse que “as causas do incidente estão sendo apuradas” e “que está prestando toda assistência aos dois trabalhadores terceirizados que estavam no local”.

“Ambos foram encaminhados à Santa Casa da Misericórdia de Santos e o estado de saúde deles é estável”, concluiu a empresa.

Por José Roberto Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below