19 de Setembro de 2017 / às 14:17 / em 2 meses

Decidir futuro do pacto para corte de produção de petróleo é prematuro, diz Iraque

FUJAIRAH, Emirados Árabes Unidos (Reuters) - A Opep e outros produtores de petróleo estão discutindo diversas opções para o pacto de corte de oferta, incluindo uma extensão do programa e mais reduções, mas ainda é prematuro decidir sobre o que fazer além de março de 2018, quando expira o acordo, disse o ministro de petróleo do Iraque nesta terça-feira.

A Opep e produtores como Rússia concordaram em diminuir a oferta global em 1,8 milhão de barris por dia (bpd) até março de 2018, em um esforço para enxugar os estoques e dar sustentação aos preços da commodity.

“É prematuro chegar a uma conclusão ou decisão sete meses antes de março. Há conversas, diálogos e uma troca de visões”, afirmou o ministro Jabar al-Luaibi em uma conferência sobre energia nos Emirados Árabes Unidos.

Ele disse que alguns produtores de petróleo pensam que o pacto deve ser estendido por mais três ou quatro meses, outros que deve ir até o fim de 2018, enquanto alguns, incluindo Equador e Iraque, pensam que outra rodada de cortes de produção deve ser instaurada.

Por Rania El Gamal e Nawied Jabarkhyl

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below