September 21, 2017 / 11:08 AM / 8 months ago

Nestlé cortará empregos em centro de pesquisa e desenvolvimento em dermatologia na França

ZURIQUE (Reuters) - A Nestlé planeja cortar até 450 empregos em um centro de pesquisa e desenvolvimento da Galderma no sul da França, informou nesta quinta-feira a companhia suíça, à medida que busca tornar a divisão de negócios para saúde dermatológica mais eficiente.

A Galderma, que a Nestlé comprou de sua sócia na joint venture L’Oreal em 2014, cortará até 450 dos 550 empregos em um centro de pesquisa e desenvolvimento em Sophia Antipolis, perto de Nice.

A Nestlé está sob pressão para melhorar a eficiência e os retornos aos acionistas após anos de lento crescimento e seu novo presidente-executivo, Mark Schneider, deve divulgar suas prioridades estratégicas em evento com investidores na próxima semana.

Tratamentos dermatológicos têm sido parte importante da investida da maior fabricante de alimentos do mundo no segmento mais lucrativo e de maior crescimento dos produtos de saúde, a fim de conter uma desaceleração em seu tradicional negócio de alimentos, que abrange desde o chocolate KitKat até a agua Perrier.

No mês passado, a Nestlé comunicou que fecharia uma fábrica de cremes dermatológicos na Suíça, com a potencial perda de 190 empregos, e transferiria a produção para outro lugar.

Por Silke Koltrowitz e Angelika Gruber

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below