25 de Setembro de 2017 / às 10:36 / em 2 meses

Mercado acionário chinês recua por restrições ao mercado imobiliário e temores de desaceleração

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - Os mercados acionários da China recuaram nesta segunda-feira uma vez que as incorporadoras registraram perdas após uma nova rodada de restrições do governo para conter o aquecido mercado imobiliário.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,52 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,35 por cento.

As incorporadoras exerceram a maior pressão no mercado, com

o respectivo índice caindo 5,1 por cento, em seu pior dia desde o início de 2016.

Uma série de cidades em toda a China lançou novas medidas para desacelerar ainda mais as vendas de imóveis e conter os especuladores que podem desestabilizar os mercados antes do congresso do Partido Comunista no próximo mês.

Também houve sinais de que as autoridades estão intensificando seus esforços para reprimir os empréstimos ilegais ao setor.

Além disso, a confiança dos investidores foi prejudicada pela preocupação crescente de que a proteção ambiental reforçada da China pode reduzir a demanda e, consequentemente, o crescimento econômico.

A maior parte das bolsas asiáticas também apresentou fraqueza, e índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, recuava 0,82 por cento às 7:32 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,50 por cento, a 20.397 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,36 por cento, a 27.500 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,35 por cento, a 3.340 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,52 por cento, a 3.817 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,35 por cento, a 2.380 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,09 por cento, a 10.335 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,13 por cento, a 3.215 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,03 por cento, a 5.683 pontos.

Por Shinichi Saoshiro, Luoyan Liu e John Ruwitch

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below