26 de Setembro de 2017 / às 17:41 / 2 meses atrás

Yellen diz que altas graduais dos juros devem continuar apesar de inflação fraca

CLEVELAND, EUA (Reuters) - O Federal Reserve precisa continuar com altas graduais dos juros apesar das amplas incertezas sobre a trajetória de inflação, disse nesta terça-feira a chair do banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, reconhecendo as dificuldades do Fed em prever uma de suas principais metas de política monetária.

É possível, disse Yellen, que o Fed possa ter “determinado mal” seus modelos para a inflação e “julgado mal” fatos importantes como a força do mercado de trabalho e se as expectativas de inflação estão tão estáveis quanto parecem.

Embora não haja evidência suficiente de uma grande mudança na dinâmica da inflação para o Fed recuar de seu plano de elevar gradualmente os juros, ela disse que o banco central precisa permanecer aberto a essa possibilidade.

A inflação fraca recente “provavelmente reflete fatores cuja influência deve desaparecer ao longo do tempo”, disse Yellen em um discurso de 37 páginas para a Associação Nacional de Economistas Empresariais.

Apesar das “muitas incertezas” em torno do comportamento da inflação, Yellen disse que “seria imprudente manter a política monetária até a inflação voltar para 2 por cento.”

“Sem maiores aumentos modestos na taxa de juros ao longo do tempo, há o risco de que o mercado de trabalho se sobreaqueça, potencialmente criando um problema inflacionário que pode ser difícil de superar sem desencadear uma recessão.”

As observações de Yellen tentam resolver o debate que dividiu os integrantes do banco central entre aqueles preocupados que a inflação possa estar permanentemente ancorada abaixo da meta de 2 por cento do Fed, devido a mudanças estruturais na economia global, e aqueles que sentem isso é apenas uma questão de tempo, antes do mercado de trabalho apertado impulsionar os salários e os preços.

Yellen não forneceu uma resposta definitiva, apontando para o fato de que, nas previsões atuais, houve uma chance de 30 por cento que a inflação poderia variar entre 1 por cento e 3 por cento, resultados muito diferentes, e poderiam reescrever a abordagem de política monetária do Fed. Mas ela deixou claro que, como uma questão de gestão de riscos, o Fed ainda acredita que um ritmo gradual de aumentos de taxas continua sendo o cenário base.

Por Howard Schneider e Ann Saphir

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below