September 27, 2017 / 8:22 PM / a year ago

Quebec e Reino Unido ameaçam retaliar após EUA imporem tarifas contra Bombardier

MONTREAL (Reuters) - A Grã-Bretanha e a província canadense do Quebec reagiram com indignação na quarta-feira às rígidas tarifas impostas pelos Estados Unidos aos jatos CSeries da Bombardier Inc. (BBDb.TO) e levantaram a possibilidade de retaliação, enquanto as ações e os títulos da fabricante de aeronaves recuavam.

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos impôs na terça-feira tarifas compensatórias preliminares contra subsídios nos jatos, depois que a norte-americana Boeing Co (BA.N) abriu uma disputa comercial acusando o Canadá de subsidiar injustamente os jatos da Bombardier.

As ações da Bombardier abriram em queda de 14 por cento em Toronto, mas recuperaram terreno e eram negociadas em queda de 8 por cento nesta tarde. Muitos dos títulos de sua dívida recuavam com força, ampliando a queda registrada no início da semana, de acordo com dados de MarketAxess.

A empresa também perdeu um negócio ferroviário importante com a Siemens AG (SIEGn.DE) na terça-feira.

“A Boeing pode ter ganho uma batalha, mas, deixe-me dizer-lhe, a guerra está longe de terminar. E vamos ganhar”, disse o premiê do Quebec, Philippe Couillard, a repórteres, descrevendo as tarifas como um ataque.

Couillard pediu para o governo canadense assegurar que “não seja permitido um parafuso, nem uma parte, nem um avião da Boeing” no Canadá até que a disputa tenha sido resolvida.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, diz que não vai levar adiante os planos de comprar 18 jatos F-18 Super Hornet da Boeing, a menos que a disputa comercial seja abandonada.

A Grã-Bretanha disse à Boeing na quarta-feira que a empresa pode perder os contratos de defesa britânicos por causa da disputa. A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse em um tuíte que estava “amargamente desapontada” com a decisão. [nL2N1M80N0]

A Boeing entrou com a queixa contra a Bombardier em abril, alegando que a canadense vendeu jatos abaixo do preço de custo no mercado norte-americano quando fechou um acordo para 75 aviões CSeries com Delta Air Lines Inc (DAL.N) .

O CEO da Delta disse que o questionamento da Boeing é “absurdo” e previu que as tarifas não serão permanentes quando o Departamento de Comércio chegar a uma decisão final no próximo ano.

O governo de Quebec adquiriu uma participação de 1 bilhão de dólares nos jatos CSeries da Bombardier. Mas Couillard disse na quarta-feira que a empresa não recebeu “nem um centavo” em subsídios do governo.

A Bombardier é a principal concorrente da Embraer EMBR4.SA no mercado de jatos regionais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below