28 de Setembro de 2017 / às 21:09 / em 3 meses

S&P registra recorde com ganhos no setor de saúde e reforma tributária

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quinta-feira, com o S&P 500 registrando ganhos recordes graças ao McDonald’s e ao setor de saúde, enquanto investidores continuavam a esperar que o presidente Donald Trump será capaz de fazer progresso com a reforma tributária.

O índice Dow Jones subiu 0,18 por cento, a 22.381 pontos, o S&P 500 ganhou 0,12 por cento, a 2.510 pontos e o Nasdaq Composite ficou estável, a 6.453 pontos.

As ações na maior rede de fast food do mundo subiram 2,23 por cento, maior ganho percentual diário em mais de dois meses, após a Longbow Research atualizar a ação para “comprar”.

O índice do setor financeiro avançou 0,12 por cento após ser negociado em baixa na parte inicial da sessão.

Mas os ganhos foram atenuados, com os papéis nas máximas recordes.

“Parece que o mercado não quer vender força aqui, ele quer comprar fraqueza”, disse Michael Antonelli, diretor de trading de vendas institucionais na Robert W. Baird em Milwaukee.

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse que a proposta de Trump de reduzir o imposto corporativo para 20 por cento não era “negociável”.

O plano, que prevê reduções de impostos para a maioria dos americanos, também provocou críticas por favorecer as empresas e a parcela mais rica da população, além de potencialmente aumentar o déficit em trilhões de dólares.

O índice de saúde liderou a alta do S&P.

Por Chuck Mikolajczak; reportagem adicional de Sinead Carew

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below