February 28, 2018 / 10:35 PM / 7 months ago

Wall St cai no fim da sessão; S&P 500 tem pior mês desde janeiro de 2016

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos entraram em liquidação e fecharam com acentuada queda nesta quarta-feira, pressionados pelas contínuas preocupações sobre os aumentos nas taxas de juros, e o Dow e S&P 500 fecharam seus piores meses desde janeiro de 2016.

Pedestres caminham em Wall Street, em frente à Bolsa de Ações de Nova York, EUA 06/02/2018 REUTERS/Brendan McDermid

O Dow Jones .DJI caiu 1,5 por cento, a 25.029 pontos, o S&P 500 .SPX perdeu 1,11 por cento, a 2.713 pontos, e o Nasdaq Composite .IXIC recuou 0,78 por cento, a 7.273 pontos.

No mês, o Dow perdeu 4,3 por cento e o S&P 500 caiu 3,9 por cento. O Nasdaq recuou 1,9 por cento, sua maior queda percentual mensal desde outubro de 2016.

O S&P 500 e Dow também encerraram uma sequência de 10 meses de alta, encerrando um mês marcado por altas na volatilidade e temores de que a inflação crescente levaria o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos a acelerar o ritmo das altas da taxa de juros.

Os comentários do novo chair do Federal Reserve, Jerome Powell na véspera, que ressuscitaram preocupações sobre mais elevações de juros do que o esperado para este ano, continuaram a pesar.

“Investidores ainda estão tentando digerir aonde o Fed estará entre agora e o fim do ano, e Powell deu uma inclinação hawkish a isso”, disse Bucky Hellwig, sênior vice-presidente da BB&T Wealth Management.

A fraqueza no fim do dia enfatizou a persistente inconstância entre investidores. “Nós preferiríamos ver força chegando na última hora”, disse Hellwig.

As ações de energia caíram, acompanhando os preços do petróleo CLc1, e o setor registrou seu maior declínio diário no S&P 500, mas uma quebra abaixo da média móvel de 50 dias no S&P 500 desencadeou mais vendas na parte da tarde da sessão.

“Você tem os algoritmos respondendo à quebra técnica e iniciando programas de venda”, disse Ken Polcari, diretor da divisão da NYSE na O’Neil Securities.

O Índice de Volatilidade CBOE .VIX, o barômetro mais acompanhado da volatilidade esperada para o S&P 500 no curto prazo, fechou em alta de 1,26 pontos a 19,85, seu maior fechamento em uma semana.

(Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below