March 2, 2018 / 9:25 PM / 7 months ago

Usiminas minimiza impacto de tarifas de importação de aço dos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - A Usiminas afirmou nesta sexta-feira que as tarifas sobre importação de aço que devem ser divulgadas pelos Estados Unidos na próxima semana não devem ter impacto relevante sobre a companhia, que migrou suas vendas externas para outros destinos.

“As barreiras tarifárias impostas pelos Estados Unidos já trouxeram impactos no passado às exportações da Usiminas. Entretanto, a partir de 2016, a empresa buscou outros mercados”, disse a empresa em resposta a questionamentos da Reuters.

As ações da empresa encerraram em baixa de cerca de 4 por cento nesta sexta-feira, entre as maiores perdas do Ibovespa, em meio a receios de investidores de que a proteção comercial norte-americana poderá agravar quadro de excesso de oferta de aço no mundo.

A Usiminas, maior produtora de aços planos do Brasil em capacidade instalada, afirmou que em 2017 cerca de 4 por cento de suas exportações foram para os EUA e que destinou apenas 15 por cento de suas vendas ao mercado externo.

A companhia afirmou que Argentina e Alemanha substituíram o mercado norte-americano em suas vendas externas. A participação da Argentina no total vendido ao exterior foi de 29 por cento e a da Alemanha foi de 28 por cento.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below