March 7, 2018 / 7:25 PM / 4 months ago

CNTA busca garantia de empregos com BRF após suspensão de exportações em frigoríficos citados em operação da PF

Por Paula Arend Laier

Logo da BRF em unidaded da empresa em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, Brasil 27/07/2017 REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA) está negociando com a BRF garantias para os funcionários da empresa após nova fase da operação Carne Fraca voltar a envolver a companhia e resultar na suspensão das exportações dos frigoríficos envolvidos para alguns países.

De acordo com o presidente da CNTA, Artur Bueno de Camargo, houve uma reunião com representantes da BRF na véspera em que foi pedida a garantia do emprego dos funcionários destas fábricas. “Isso é um problema da gestão...os trabalhadores não podem pagar”, afirmou à Reuters.

Procurada, a BRF disse que não comentaria sobre a reunião.

Bueno disse que até o momento não houve alterações no ritmo de produção das unidades, mas destacou que, quando há suspensão de exportações, é possível que ocorra uma redução na produção. “A tensão (entre os trabalhadores das fábricas afetadas) é enorme diante dos acontecimentos.”

Na segunda-feira, a Polícia Federal prendeu temporariamente o ex-presidente da BRF Pedro Faria e a Justiça determinou a prisão de outras 10 pessoas em nova fase da operação que investiga irregularidades na análise sanitária de produtos alimentícios.

A operação ainda provocou a suspensão pelo Ministério da Agricultura das exportações nas fábricas da companhia em Rio Verde (GO), Carambei (PR) e Mineiros (GO) para destinos onde são exigidos requisitos sanitários específicos de controle e tipificação de Salmonella spp, entre eles África do Sul, Coreia do Sul e União Europeia.

A BRF disse que o ritmo de produção nas plantas não foi alterado, uma vez que as mesmas atendem outros mercados.

Bueno acrescentou que protocolou no Ministério do Trabalho também na terça-feira pedido para uma audiência com representantes da pasta e da BRF para que ocorra uma garantia do emprego dos trabalhadores.

Ele afirmou ainda que a CNTA está pleiteando com a companhia mudança no plano de remuneração variável por desempenho, para que o cálculo não considere apenas o resultado final da empresa em si, mas o resultado das respectivas áreas em que atuam os funcionários.

Segundo ele, a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) referente ao exercício de 2017 foi paga na segunda-feira, com cada trabalhador recebendo em média 450 reais. A BRF encerrou o ano passado com prejuízo líquido de 1,1 bilhão de reais.

As ações da BRF exibiam alta de 4,6 por cento às 16:18, recuperando parte das perdas sofridas no início da semana, enquanto o Ibovespa tinha desvalorização de 0,9 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below