March 8, 2018 / 1:06 PM / in 5 months

BCE retira promessa de aumentar compra de títulos se necessário

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) reafirmou a sua política monetária ultrafrouxa nesta quinta-feira, mas retirou a promessa de aumentar as compras de títulos se necessário, dando outro pequeno passo em direção a reduzir suas extraordinárias medidas de estímulo.

Tendo comprado títulos por três anos para diminuir os custos de empréstimos, o BCE disse que ainda poderia prorrogar as compras para além de setembro se necessário, mas omitiu uma referência de longa data sobre aumentá-los —um passo amplamente simbólico que é visto como precursor de uma revisão mais ampla da política monetária ainda neste ano.

“O Conselho do BCE confirma que as compras de ativos, no ritmo mensal atual de 30 bilhões de euros, continuarão até o final de setembro de 2018, ou além se necessário”, afirmou o BCE em comunicado.

Com a decisão, a taxa de depósito do BCE, atualmente sua principal ferramenta de taxa de juros, permanece em -0,40 por cento.

A taxa de refinanciamento, que determina o custo do crédito na economia, permanece em 0 por cento, enquanto a taxa de empréstimo segue em 0,25 por cento.

Por Balazs Koranyi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below