May 14, 2018 / 4:52 PM / 3 months ago

Diretor financeiro da Airbus junta-se a presidente e deixará empresa em 2019

PARIS (Reuters) - O vice-presidente de finanças da Airbus, Harald Wilhelm, vai deixar a empresa em 2019, anunciou a fabricante europeia de aviões nesta segunda-feira, tirando um concorrente para substituir o presidente-executivo, Tom Enders, quando ele deixar a empresa também no próximo ano.

“Até lá, eu permaneço comprometido com o desempenho da empresa e eu vou trabalhar com a administração para garantir uma transição tranquila para o próximo vice-presidente de fianças da Airbus”, disse Wilhelm, que entrou na Airbus em 2000.

Os sucessores de Enders e Wilhelm enfrentarão desafios incluindo a queda em encomendas e a possível perda de uma encomenda de 100 aviões do Irã que agora está sob risco devido aos planos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reimpor sanções a Teerã.

A venda, avaliada entre aproximadamente 18 bilhões e 20 bilhões de dólares a preços de lista dos aviões, foi acertada em dezembro de 2016. No entanto, apenas três aviões foram entregues, com fontes da indústria culpando atrasos no cuidado de bancos ao financiar transações com Teerã.

O Irã disse que espera ouvir da Airbus sobre o destino do acordo nos próximos dias.

A Airbus também enfrenta uma mudança no mix de produtos, com a desaceleração nas vendas do modelo A330 levando a empresa a prever uma queda de 17 por cento nas entregas de 2019 do modelo mais bem-sucedido, em meio a intensa competição do modelo com o 787, da rival norte-americana Boeing.

Analista do UBS disseram que a saída de Wilhelm surpreendeu o mercado, embora eles mantenham a recomendação de “compra” para as ações da Airbus, enquanto dois gestores de fundos disseram que a queda recente nas ações da companhia refletia preocupações mais amplas sobre o contrato com o Irã e uma alta do euro.

“Seria mais preocupante se Wilhelm saísse imediatamente, mas ele está partindo no próximo ano. A Airbus terá bastante tempo para encontrar um substituto”, disse o gestor do Prime Partners Jerome Schupp, que prefere ações da Boeing às da Airbus.

A Airbus disse que o candidato para presidente-executivo será submetido à reunião de acionistas anual na primavera (no hemisfério norte) de 2019 e que Enders vai ajudar a garantir uma transição tranquila.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below