June 9, 2018 / 12:22 AM / 6 months ago

Chevron nomeia presidente do Brasil para liderar operações na Venezuela após prisões

Por Alexandra Alper e Marianna Parraga

RIO DE JANEIRO/HOUSTON (Reuters) - A petroleira Chevron nomeou o presidente no Brasil para dirigir suas operações venezuelanas, após os meses de detenção de dois executivos aumentarem as tensões entre a nação-membro da Opep e empresas petrolíferas estrangeiras.

Javier La Rosa, presidente da Chevron Brasil desde 2016, foi nomeado neste mês presidente da Chevron Venezuela, confirmou a empresa à Reuters nesta sexta-feira. Ele substituiu o presidente da empresa na Venezuela, Christopher Whatley.

La Rosa ingressou na Chevron em 2000 e liderou as operações da Venezuela para a empresa de 2005 a 2008, segundo sua página no LinkedIn. Ele voou para Caracas logo depois funcionários da Chevron serem detidos para liderar temporariamente a unidade da Venezuela, segundo duas outras pessoas a par do assunto.

A nomeação de La Rosa ocorre após um tenso confronto entre petrolíferas estrangeiras e o governo nos últimos meses à medida que o colapso político e econômico da Venezuela se agravou.

Autoridades venezuelanas libertaram nesta semana os dois executivos presos desde abril como parte de uma investigação sobre o setor petroleiro, que tem assustado outras companhias estrangeiras parceiras da petrolífera estatal PDVSA.

La Rosa deixa o Brasil no momento em que a Chevron, num consórcio com a Petrobras e a Shell, conquistou seu primeiro bloco no pré-sal brasileiro.

Não ficou claro de imediato quem comandará as operações da Chevron no Brasil.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below