August 20, 2018 / 1:10 PM / 3 months ago

Incêndio para refinaria da Petrobras em Paulínia, mas empresa garante abastecimento

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um incêndio de grandes proporções em instalações da maior refinaria da Petrobras, em Paulínia (SP), paralisou as atividades no local desde a madrugada desta segunda-feira, mas a empresa informou que conseguirá garantir o abastecimento no curto prazo, utilizando estoques e a produção de outras unidades.

Logo da Petrobras em frente a prédio da empresa em São Paulo 23/04/2015 REUTERS/Paulo Whitaker

“A Petrobras conta com estoque e produção das demais refinarias para garantir a oferta de combustíveis aos seus clientes. O incêndio atingiu parte de uma das unidades de craqueamento catalítico e de uma das unidades de destilação atmosférica, que fazem parte do processo de refino de petróleo, mas a extensão dos danos ainda passará por avaliação detalhada”, afirmou a estatal em nota à Reuters.

Mais cedo, o diretor-executivo de Refino e Gás Natural da companhia, Jorge Celestino, já havia comentado que “não é para se preocupar com abastecimento por uns 15 dias”.

Com produção correspondente a aproximadamente 20 por cento de todo o refino de petróleo no Brasil, a Replan tem capacidade para processar 69 mil metros cúbicos por dia, o equivalente a 434 mil barris, de acordo com informações no site da empresa.

O refino de petróleo no Brasil atingiu 1,82 milhão de barris ao dia em junho, segundo dados mais recentes da reguladora ANP.

Conforme Celestino, o incêndio em Paulínia foi “sério”, mas não deixou vítimas. “Nossas equipes estão no local avaliando o acidente. Não houve vítimas e isso tem um valor enorme para nós”, declarou, por telefone.

O coordenador regional do Sindipetro Unificado de São Paulo, Gustavo Marsaioli, afirmou que a unidade que pegou fogo havia acabado de passar por manutenção.

“Por sorte era horário de refeição e não havia gente no campo... Foi um acidente sério, de proporções, e não deve ser resolvido em menos de uma semana”, acrescentou.

Ele confirmou informação da Petrobras de que os estoques de Paulínia estão elevados, e disse que outras unidades de refino do Estado operavam com capacidade de cerca de 70 por cento.

“Realmente, há folga para compensar, e os estoques em Paulínia estão para mais de uma semana”, disse Marsaioli.

Procurada, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que destacou um grupo para acompanhar o incidente.

“A nossa equipe está acompanhando para ver causas que estão sendo apuradas pela Petrobras e consequências”, disse à Reuters o diretor geral da reguladora, Décio Oddone.

As ações preferenciais da Petrobras operavam em queda de 0,9 por cento por volta das 14h, ante alta de 0,06 por cento no índice Ibovespa.

Por Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below