August 22, 2018 / 6:45 PM / 4 months ago

Crescimento de vendas comparáveis da Target tem melhor resultado em 13 anos

(Reuters) - A Target reportou seu melhor crescimento de vendas comparáveis ​​em 13 anos e disse que a economia forte elevou as visitas dos clientes ao máximo em uma década, levando suas ações a subirem nesta quarta-feira para um nível recorde.

Brian Cornell, presidente-executivo da Target, durante evento em Nova York 30/11/ 2017. REUTERS/Lucas Jackson

A varejista norte-americana também elevou sua previsão de lucro anual e disse que seu desempenho trimestral foi impulsionado pela demanda por produtos domésticos, brinquedos e eletrônicos, bem como uma recuperação nas vendas sazonais de mercadorias após o frio do primeiro trimestre ter prejudicado a demanda.

O presidente-executivo, Brian Cornell, disse que o salto no tráfego de clientes durante o segundo trimestre foi sem precedentes. O tráfego na loja cresceu 6,4 por cento, ante um ganho de 2,1 por cento durante o mesmo período do ano anterior.

“Não há dúvida de que, como os outros, estamos atualmente nos beneficiando de um ambiente de consumo muito forte, talvez o mais forte que já vi em minha carreira”, disse ele. A varejista registrou ganhos de participação de mercado na maioria das categorias, acrescentou.

Aumento dos salários, menor desemprego e cortes de impostos ajudaram a colocar mais dinheiro nos bolsos dos norte-americanos este ano, estimulando as compras. Rivais como Walmart e Nordstrom também se beneficiaram com o aumento das vendas.

Cornell disse que o desempenho da empresa foi auxiliado por investimentos em suas operações online, lançamento de lojas menores, revisão da cadeia de fornecedores, reforma de lojas e opções de entrega.

As vendas online aumentaram 41 por cento no trimestre, contra um ganho de 28 por cento no primeiro trimestre e 32 por cento no ano anterior, depois que a Target reduziu a taxa de entrega de itens domésticos para 2,99 de 4,99 dólares.

As vendas no quesito mesmas lojas no segundo trimestre cresceram 4,9 por cento, superando as expectativas dos analistas de um aumento de 3,99 por cento, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Excluindo itens únicos, a Target lucrou 1,47 dólar por ação no trimestre encerrado em 4 de agosto, acima da estimativa média de analistas de 1,40 dólar. A receita subiu para 17,78 bilhões de dólares, superando a estimativa média de 17,31 bilhões de dólares.

Para o ano inteiro, a Target aumentou sua previsão de ganhos para um intervalo de 5,30 a 5,50 dólares por ação, de 5,15 a 5,45 dólares.

As ações do varejista chegaram a subir 6,8 por cento, para 88,89 dólares, maior patamar desde pelo menos 1980. Às 15:26 (horário de Brasília) a alta era de 3,9 por cento, a 86,52 dólares.

As ações da Target subiram mais de 27 por cento até o momento em 2018 e mais de 47 por cento nos últimos 12 meses.

Por Nandita Bose

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below