August 22, 2018 / 8:55 PM / 4 months ago

Aramco suspende planos de IPO e dispensa consultores, dizem fontes

LONDRES/RIAD (Reuters) - A Arábia Saudita cancelou a listagem das ações da gigante petrolífera estatal Aramco, considerado o maior acordo desse tipo na história, disseram quatro importantes fontes do setor nesta quarta-feira.

22/05/2018 REUTERS/Ahmed Jadallah

Os consultores financeiros que trabalhavam na listagem proposta foram dispensados, já que a Arábia Saudita está voltando sua atenção para uma proposta de aquisição de uma “participação estratégica” na fabricante de petroquímicos locais Saudi Basic Industries, disseram duas das fontes.

“A decisão de cancelar a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) foi tomada há algum tempo, mas ninguém pode divulgar isso, então as declarações estão indo gradualmente dessa forma - primeiro atraso, em seguida, cancelando”, disse uma fonte saudita familiarizada com os planos do IPO.

A Saudi Aramco e autoridades sauditas não responderam imediatamente a um pedido de comentários.

Abrir o capital da gigante estatal era uma parte central da campanha de reformas do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, visando reestruturar a economia do reino e reduzir sua dependência das receitas do petróleo.

O príncipe anunciou o plano de vender cerca de 5 por cento da Aramco em 2016 por meio de uma listagem local e internacional, prevendo que o negócio valorizaria a empresa em 2 trilhões de dólares ou mais. Vários especialistas do setor, no entanto, questionaram se uma avaliação tão alta era realista, o que dificultou o processo de preparação do IPO.

Bolsas de valores em centros financeiros, incluindo Londres, Nova York e Hong Kong, disputavam a parcela internacional da venda de ações.

Um exército de executivos de bancos de investimentos e advogados começou a competir ferozmente para ganhar funções consultivas no IPO, visto como uma porta de entrada para uma série de outros acordos que esperavam fluir do amplo programa de privatização do reino.

Os bancos JPMorgan, Morgan Stanley e HSBC estavam trabalhando como coordenadores globais, os bancos de investimento Moelis&Co e Evercore foram escolhidos como consultores independentes e o escritório de advocacia White&Case como consultor legal, fontes anteriormente disseram à Reuters.

“A mensagem que nos foi dada é que o IPO foi cancelado no futuro próximo”, disse uma das fontes, um consultor financeiro sênior.

O ministro da Energia da Arábia Saudita e presidente da Aramco, Khalid Al Falih, disse no relatório anual da companhia de 2017, divulgado em agosto, que a Aramco “continua se preparando para a listagem de suas ações, um evento marcante que a empresa e seu conselho antecipam com entusiasmo”.

Fontes disseram à Reuters que, além das avaliações, divergências entre autoridades sauditas e seus conselheiros sobre qual local de listagem internacional escolher retardaram os preparativos para a listagem.

“O IPO não foi oficialmente cancelado, mas a probabilidade de que isso não aconteça é maior do que de estar em andamento”, disse uma terceira fonte, um alto funcionário do setor de petróleo.

Por Clara Denina, Alex Lawler e Marwa Rashad

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below