August 23, 2018 / 10:26 AM / 3 months ago

Crescimento da zona do euro permanece fraco com fechamento de fábricas no verão, mostra PMI

Imagem ilustrativa de moedas de euro 12/12/2011 REUTERS/Tony Gentile

LONDRES (Reuters) - O crescimento empresarial da zona do euro acelerou neste mês, embora abaixo do previsto, com as perspectivas de uma guerra comercial pesando sobre o cenário, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

Mas o IHS Markit, que compila a pesquisa, alertou que os dados de agosto foram baseados em uma amostra muito menor, particularmente entre a indústria, onde houve cerca de metade do número normal de entrevistados para alguns países.

“Sempre tratem os dados de agosto com alguma cautela para a zona do euro, especialmente em países importantes como França, Itália e Espanha, onde as indústria fecham (para o verão)”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

O PMI Composto preliminar para a zona do euro avançou em agosto para 54,4 de 54,3 em julho, contra expectativa em pesquisa da Reuters de 54,5. Número acima de 50 indica crescimento.

Sugerindo que as empresas não estão eperançosas de que haverá uma aceleração em breve, o índice de produção futura, que mede o otimismo, caiu para a mínima de quase dois anos de 61,3, ante 63,1.

O PMI de serviços avançou a 54,4 de 54,2 em julho, atingindo a expectativa em pesquisa da Reuters. Já a expansão da atividade industrial desacelerou muito mais rápido do que o esperado, com o PMI do setor caindo para a mínima de 21 meses de 54,6 ante 55,1 em julho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below