August 25, 2018 / 3:36 PM / in 3 months

EUA querem progresso rápido nas negociações de comércio com União Europeia, dizem autoridades

BERLIM (Reuters) - Washington está pressionando a União Europeia para acelerar as negociações comerciais lançadas após o encontro de julho entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disseram duas autoridades alemãs e americanas neste sábado.

    Emily Haber, embaixadora da Alemanha nos EUA, disse a repórteres que um grupo de trabalho se formou pela primeira vez esta semana após a reunião de Trump e Juncker, e autoridades dos EUA pressionaram “por resultados muito rápidos”.

    Ela disse que as autoridades da UE precisariam de um mandato claro para ir além do atual “exercício de definição de escopo” e que um acordo precisaria ser alcançado antes das eleições do Parlamento Europeu em maio de 2019.

    “Os americanos estão pressionando por resultados muito rápidos”, disse Haber ao revelar planos para mais de mil eventos nos EUA no ano que vem, visando fortalecer os laços bilaterais.

    “Sobre os cronogramas, gostaria de frisar que temos eleições para o Parlamento Europeu no próximo ano, e um acordo teria que ser alcançado em tempo hábil antes dessas eleições”, disse ela.

    Um funcionário dos EUA confirmou que Washington está pedindo que as negociações sejam colocadas em “um prazo muito mais rápido”, mas não deu uma data específica.

    Trump concordou na reunião com Juncker para se abster de impor tarifas de carros a firmas europeias, enquanto os dois lados lançam negociações para cortar as tarifas sobre aço, alumínio e outros bens.

    O acordo surpresa aliviou a ameaça de uma guerra comercial transatlântica, mas as autoridades americanas ficaram frustradas com o ritmo lento do progresso nas semanas sequintes, com a primeira reunião do grupo de trabalho adiada para depois de feriados europeus.

    O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse no mês passado que estava esperançoso de que a questão possa ser resolvida “muito rapidamente”.

    Um porta-voz da Comissão Europeia confirmou uma reunião do grupo de trabalho UE-EUA nesta semana, mas não deu detalhes.

    Stefan Mair, membro do conselho executivo do grupo industrial alemão BDI, disse que alguns progressos foram registrados na primeira reunião, mas não deu mais detalhes.

    “Sabemos que a administração Trump está pressionando fortemente por prazos curtos e progresso rápido”, disse Mair. “Mas isso não deve acontecer à custa de um resultado completo, porque estamos interessados ​​num acordo que vá além das tarifas e olhe para questões mais gerais das relações comerciais”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below