September 3, 2018 / 2:19 PM / a month ago

Investimentos dependem de ambiente macroeconômico e regulamentação adequados, diz Guardia

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, defendeu nesta segunda-feira que a retomada dos investimentos na economia brasileira depende de um ambiente macroeconômico adequado com a devida regulamentação, e não do setor público.

Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, durante coletiva de imprensa em Brasília 28/05/2018 REUTERS/Adriano Machado

“A retomada do investimento da economia não virá do setor público, virá do ambiente macro adequado e da adequada regulamentação para acelerar a privatização, parceria público privada, mercado de capitais”, disse ele em apresentação em evento em São Paulo.

De acordo com o ministro, a visão de que o teto de gastos impede os investimentos é “claramente equivocada”, argumentando que o teto é um instrumento eficiente e que o piso para a educação e a saúde estão sendo respeitados.

Durante a apresentação, Guardia voltou a afirmar que a implementação de um sistema de capitalização não resolve o problema atual da Previdência. Essa proposta é defendida por boa parte dos candidatos à presidência da República.

“Não dá para sequer discutir capitalização sem resolver o problema do desequilíbrio do sistema atual (de Previdência), que é grave”, completou.

Reportagem de Stéfani Inouye

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below