September 3, 2018 / 5:34 PM / 2 months ago

Produção de petróleo do Brasil cai pela 2ª vez consecutiva em julho

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo do Brasil caiu em julho pela segunda vez consecutiva ante o mês anterior para 2,575 milhões de barris por dia, apesar do avanço progressivo da produção do pré-sal, apontaram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta segunda-feira.

Plataforma de petróleo no porto do Açu, em São João da Barra, no Rio de Janeiro 07/06/2016 REUTERS/Ricardo Moraes

No sétimo mês do ano, o volume de petróleo produzido pelo país caiu 0,6 por cento ante o mês anterior e recuou 1,8 por cento ante julho de 2017, disse a autarquia, em seu boletim mensal de produção.

A produção no pré-sal das bacias de Campos e Santos foi responsável por 56,5 por cento da produção de petróleo média de julho no Brasil, ou 1,454 milhão de barris de petróleo por dia, alta de 3,5 por cento em relação ao mês anterior.

O poço produtor do campo de Mero, na área de Libra, bacia de Santos, primeira a ser licitada sob regime de partilha de produção, no pré-sal, foi novamente o maior produtor do país em julho, com média de 38.846 barris por dia, segundo a ANP.

O avanço na recente área do pré-sal ocorre enquanto campos mais antigos, principalmente em áreas históricas da Bacia de Campos, vêm registrando declínio.

A produção de gás natural do país em julho, por sua vez, somou 116 milhões de metros cúbicos por dia, alta de 0,9 por cento na comparação com junho e avanço de 0,8 por cento na comparação anual, mostrou a autarquia, em seu boletim mensal de produção.

O aproveitamento de gás natural no Brasil no mês de julho alcançou 96,7 por cento do volume total produzido, segundo a ANP. “Foram disponibilizados ao mercado 63 milhões de metros cúbicos por dia”, disse a autarquia.

Segundo a ANP, a produção média de petróleo da Petrobras, como concessionária, em julho, foi de aproximadamente 1,95 milhão de bpd, ante 1,94 milhão no mês anterior. A petroleira estatal ainda não publicou seus próprios números de produção de julho.

Já a Shell, segunda maior produtora do Brasil e principal parceira da Petrobras nos campos produtores do pré-sal, produziu em julho 316,373 mil bpd.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below