September 27, 2018 / 10:00 PM / 3 months ago

Uso de derivativos de gasolina pela Petrobras assegura rentabilidade, diz CEO

Presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, durante coletiva de imprensa em São Paulo 10/09/2018 REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - A adoção pela Petrobras de mecanismos de hedge, utilizando contratos futuros de gasolina nos Estados Unidos como forma de evitar o repasse da volatilidade externa dos preços ao mercado brasileiro, assegurou a rentabilidade para a companhia, afirmou o presidente da estatal, Ivan Monteiro, ao participar da cerimônia de encerramento do congresso Rio Oil & Gas.

“Não temos mais sofrência na Petrobras, aquilo acabou”, disse Monteiro.

Antes do uso de derivativos de gasolina, anunciado no início do mês, os consumidores ficavam mais sujeitos à volatilidade do mercado internacional de petróleo, quando a Petrobras, para seguir sua política, acabava fazendo reajustes nas refinarias quase todos os dias.

“Além de oferecer maior previsibilidade para nossos clientes, a companhia assegurou com essa medida a manutenção da rentabilidade dos seus negócios”, ressaltou Monteiro.

Os reajustes têm sido menos frequentes neste mês, embora os preços nas refinarias estejam próximos de máximas históricas.

Para uma audiência que incluiu o presidente da República, Michel Temer, o executivo também destacou feitos da Petrobras nos últimos tempos, ressaltando a redução da dívida, melhora dos resultados econômicos, voltando a dar retorno aos acionistas.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below