October 10, 2018 / 1:23 PM / 11 days ago

CVM nega recurso da State Grid para evitar oferta maior a minoritário da CPFL Renováveis

SÃO PAULO (Reuters) - O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) negou recurso interposto pela chinesa State Grid que visava evitar um aumento no preço de sua oferta pública de aquisição de ações de minoritários na CPFL Renováveis para 14,60 reais por papel, segundo fato relevante publicado pela elétrica brasileira.

A oferta aos minoritários foi obrigatória depois de a State Grid, maior elétrica do mundo, ter comprado a CPFL Energia, controladora da CPFL Renováveis. Mas acionistas questionaram os valores oferecidos.

A State Grid questionou decisão da Superintendência de Registro de Valores Mobiliários, que em 27 de agosto determinou que a Demonstração Justificada de Preço da OPA apresentada pela chinesa deveria ser ajustada de modo a utilizar dados de Ebitda da CPFL Energia.

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below