October 15, 2018 / 9:00 PM / in a month

Itália aprovou lei orçamentária e enviou plano para Bruxelas, diz primeiro-ministro

Vice-premiê italiano, Luigi Di Maio, em entrevista no Cairo29/8/2018 REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

ROMA (Reuters) - O governo da Itália aprovou nesta segunda-feira a lei expansionista de Orçamento de 2019, disse o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

O premiê disse a repórteres que o Orçamento “mantém nossas promessas e as contas públicas em ordem ao mesmo tempo”, acrescentando que o governo enviou os parâmetros do Orçamento para revisão da Comissão Europeia em Bruxelas.

O Orçamento aprovado pelo gabinete inclui uma renda mínima para os pobres, reduz a idade de aposentadoria e oferece uma anistia parcial para resolver disputas tributárias, disseram o primeiro-ministro e seus principais ministros.

Em declaração feita após o gabinete ter aprovado a lei orçamentária, o vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio disse que a renda mínima para amenizar a pobreza iria começar durante o primeiro trimestre do ano.

O ministro da Economia italiano, Giovanni Tria, negou planos de renunciar depois que o Orçamento for aprovado pelo Parlamento, e disse estar confiante de que poderia explicar o pacote expansionista para uma preocupada Comissão Europeia.

“A ideia de que esse Orçamento pode explodir a Europa é totalmente sem fundamento”, disse.

Reportagem de Giuseppe Fonte

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below