October 16, 2018 / 12:46 PM / a month ago

Receitas do varejo crescem 1,5% em setembro, mostra índice da Cielo

Consumidores escolhem produtos em supermercado no Rio de Janeiro 28/07/2018 REUTERS/Sergio Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - As receitas do varejo no Brasil subiram 1,5 por cento em setembro, ante o mesmo período do ano passado, desconsiderando a inflação, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), divulgado nesta terça-feira pela companhia de meios de pagamento Cielo.

O resultado indica piora ante o mês passado, quando o índice registrou alta de 4,7 por cento em agosto, prejudicado pelo efeito calendário, com um domingo a mais e uma sexta-feira a menos, dia mais forte para o varejo.

Em termos nominais, a alta foi de 4,9 por cento ante setembro de 2017, também mais fraco do que em agosto, quando subiu 7,8 por cento.

Sem o impacto do calendário, o índice deflacionado indicaria alta de 3,2 por cento, contra 4,1 no mês passado.

“Percebemos que neste mês houve uma desaceleração em relação a agosto quando o varejo foi impactado positivamente por setores específicos, como o de vestuário... Ainda assim, setembro seguiu a trajetória positiva de crescimento percebida desde o ano passado”, disse Gabriel Mariotto, diretor de Inteligência da Cielo, no comunicado.

Em setembro, a desaceleração foi conduzida pelos bens duráveis e semiduráveis, com destaque para os setores supermercados/hipermercados e drogarias/farmácias.

Por Taís Haupt; Edição de Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below