October 17, 2018 / 9:29 PM / a month ago

Apesar de críticas de Trump, Fed vê necessidade de mais altas dos juros

Fed em Washington 22/8/2018 REUTERS/Chris Wattie

(Reuters) - Os membros votantes de política monetária do Federal Reserve estão unidos sobre a necessidade de elevar os custos de empréstimos ainda mais, mostrou a ata de sua reunião de política mais recente, apesar da visão do presidente dos EUA, Donald Trump, de que as altas de juros já foram longe demais.

Todos os membros votantes do Fed apoiaram a decisão do banco central em setembro de elevar os juros para 2 por cento e 2,25 por cento, de acordo com a ata da reunião de 25-26 de setembro, publicada nesta quarta-feira.

Participantes do comitê de definição dos juros no Fed também “anteciparam de maneira geral que altas adicionais” dos custos de empréstimo no curto prazo “seriam muito provavelmente consistentes” com o tipo de expansão econômica contínua, força do mercado de trabalho e inflação firme que a maioria deles está projetando, mostrou a ata.

“Essa abordagem gradual equilibraria o risco de apertar a política monetária muito rapidamente, o que poderia levar a uma desaceleração abrupta na economia e a inflação a se mover abaixo do objetivo do comitê, contra o risco de se mover muito lentamente, o que poderia levar a inflação a ficar persistentemente acima do objetivo e possivelmente contribuir para um acúmulo de desequilíbrios financeiros”, disse a ata.

O mercado acionário fechou ligeiramente em queda e os rendimentos dos Treasuries subiram um pouco, com operadores continuando a apostar em aumentos de juros à frente. O rendimento do Treasury de referência de 10 anos subiu 3 pontos básicos para 3,184 por cento. O dólar também subiu.

Trump disse à Reuters em agosto que ele “não estava animado” com o chair do Fed, Jerome Powell, por seus aumentos de juros e desde então tem elevado as críticas, dizendo nesta semana que o banco central é sua “maior ameaça” e chamando o Fed na semana passada de “louco”, “louco”, “ridículo” e “muito fofo”

Embora a ata não faça referência a nenhuma crítica de Trump, sua mensagem sobre aumentos adicionais de juros sugere que os membros do comitê não se perturbaram com elas.

“Por agora, o Fed deixou claro que eles estão focados em sua agenda, apesar da crescente pressão presidencial sobre as decisões de juros”, disse Mike Loewengart, vice-presidente de estratégia de investimentos na E*Trade.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below