October 19, 2018 / 5:23 PM / a month ago

Índices europeus fecham semana com ganhos depois de sessão agitada

LONDRES (Reuters) - Os índices acionários europeus fecharam com pouca variação depois de um pregão agitado nesta sexta-feira, mas registraram ganhos semanais apesar dos resultados corporativos mistos do terceiro trimestre e da disputa a respeito dos planos orçamentários da Itália entre o governo populista italiano e a União Europeia.

Operadores trabalham na bolsa alemã em Frankfurt 20/09/2018 REUTERS/Staff

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,09 por cento, a 1.421 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,12 por cento, a 361 pontos, encerrando a semana com um ganho de 0,7 por cento.

O índice de ações bancárias da Itália chegou a

a sofrer perdas acentuadas durante a manhã e atingiu mínimas de 22 meses, com os títulos do governo sofrendo vendas generalizadas depois que Bruxelas enviou uma carta pedindo explicações para a Itália sobre seu plano orçamentário.

Os bancos italianos reduziram suas perdas gradualmente e limitaram sua queda diária a 0,4 por cento.

Uma série de balanços corporativos, alguns com perspectivas negativas, sugeriram que a desaceleração do crescimento na China também criou um cenário de incertezas na sessão.

As ações da fabricante de pneus Michelin caíram 11,2 por cento depois de cortar suas perspectivas de vendas e reduzir suas previsões de crescimento de mercado, culpando a desaceleração da demanda por carros da China e as novas regulamentações para testes de emissões.

“As empresas que decepcionam são sempre punidas mais duramente, mas, dada a tendência do mercado atualmente, as reações estão mais fortes do que o normal”, disse Emmanuel Cau, estrategista europeu de ações do Barclays.

Sua rival alemã Continental caiu 4,5 por cento, e o setor de autopeças e componentes como um todo recuou 2,8 por cento.

“Este aviso fornece uma leitura negativa para todos os fabricantes de pneus (menor volume de mercado e maiores custos de insumos)”, disseram analistas do UBS.

O conglomerado francês Bouygues caiu 11,8 por cento depois de cortar sua perspectiva de lucro devido a dificuldades em seu negócio de construção, também reportando margem menor devido a problemas com contratos e greves na França.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,32 por cento, a 7.049 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,13 por cento, a 11.556 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,63 por cento, a 5.084 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,04 por cento, a 19.080 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,03 por cento, a 8.892 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,68 por cento, a 5.026 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below