November 5, 2018 / 8:31 PM / 11 days ago

Ministros da zona do euro pressionam Itália a mudar proposta orçamentária, diz fonte da UE

O ministro de Finanças da Itália, Giovanni Tria, participa de sessão do parlamento em Roma 06/06/2018 REUTERS/Tony Gentile

BRUXELAS (Reuters) - Os ministros de finanças da zona do euro pressionaram a Itália a mudar seu Orçamento de 2019 antes do prazo definido para a semana que vem, confirmando que Roma está isolada no bloco em sua disputa sobre regras fiscais.

Enquanto alguns ministros evocaram os riscos para o euro de uma disputa orçamentária, o ministro de Finanças da Itália, Giovanni Tria, disse que estava trabalhando em mudanças no Orçamento, disse uma fonte italiana, enfatizando que Roma não estava considerando alterar metas de despesas.

Os ministros discutiram o Orçamento italiano durante seu encontro mensal, depois que a Comissão Europeia rejeitou o texto no dia 23 de outubro, dizendo que representava uma violação sem precedentes das regras da UE.

A proposta orçamentária desrespeita as normas da UE porque prevê um aumento de 0,8 por cento no déficit estrutural da Itália no próximo ano, em vez da redução exigida de 0,6 por cento na relação com o Produto Interno Bruto (PIB).

“O que está em risco agora é a nossa moeda comum”, disse o ministro de Finanças da França, Bruno Le Maire, a repórteres quando entrava na reunião, acrescentando que ele compartilhava a visão da comissão de que a proposta de Orçamento da Itália não cumpre as regras da UE.

Durante uma reunião a portas fechadas, outros ministros compartilharam sua visão e pressionaram a Itália a mudar seu Orçamento, disse uma fonte da UE.

A Itália tem até o dia 13 de novembro para apresentar a Bruxelas uma versão revisada de sua proposta orçamentária de 2019, mas a coalizão de governo afastou repetidas vezes qualquer possibilidade de mudanças no Orçamento, dizendo que era preciso aumentar o endividamento para impulsionar o crescimento.

A Comissão deve emitir sua opinião sobre todas as propostas orçamentárias da zona do euro, incluindo uma versão revisada da proposta da Itália, no dia 21 de novembro. Se Roma não emendar seu Orçamento para cumprir as regras da UE, a Comissão deve iniciar um procedimento disciplinar que poderia levar a uma multa equivalente a 0,2 por cento do PIB da Itália.

Reportagem de Francesco Guarascio; Reportagem adicional Daphne Psaledakis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below