November 14, 2018 / 12:03 PM / a month ago

Sul-americanos vão impulsionar safra de soja com guerra comercial entre EUA e China

GUANGZHOU, China (Reuters) - Os agricultores de toda a América do Sul devem produzir mais soja em 2018/19, disse um analista do setor nesta quarta-feira, aproveitando-se de uma guerra comercial que restringiu as exportações dos EUA para a maior compradora do mundo, a China.

Funcionário inspeciona grãos de soja em Campos Lindos, Tocantins 18/02/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

Produtores no Brasil estão investindo mais recursos para aumentar a área plantada em 2018/19 para um recorde de 36,2 milhões de hectares, disse André Debastiani, analista-sócio da Agroconsult em uma conferência do setor em Guangzhou.

A safra do Brasil deverá atingir 120 milhões de toneladas, ante 119 milhões no ano anterior, enquanto as exportações brasileiras de soja foram estimadas em 80,1 milhões de toneladas em 2018/19, acima das 78,5 milhões de toneladas do período anterior, disse ele.

“Uma boa colheita no hemisfério sul deve garantir o fornecimento de soja à China”, disse ele.

Pequim impôs tarifas de 25 por cento em uma lista de produtos dos EUA, incluindo soja, em 6 de julho, em resposta a medidas similares aplicadas pelos norte-americanos sob produtos chineses. Isso restringiu as exportações de soja dos EUA para a China.

O grupo Abiove, da indústria brasileira de soja, elevou na semana passada sua projeção para as exportações de soja do país em 2018 para 79 milhões de toneladas, ante 77 milhões de toneladas em outubro.

    O grupo também revisou sua estimativa para a safra brasileira de 2017/18 para 120,5 milhões de toneladas, ante 119,5 milhões de toneladas anteriormente.

Com relação à Argentina, Debastiani disse que a produção de soja deve se recuperar para 54 milhões de toneladas em 2018/19, acima da safra anterior de 35 milhões de toneladas.

O país deve exportar 8,1 milhões de toneladas de soja em 2018/19, acima dos 2,3 milhões de toneladas do ano anterior.

    O analista estimou que o Paraguai plantaria soja em 3,5 milhões de hectares, obtendo uma produção de 9,8 milhões de toneladas em 2018/19.

Espera-se que a produção mundial de soja suba para um recorde histórico de 367,5 milhões de toneladas em 2018/19, quebrando um recorde de 338,57 milhões de toneladas da temporada anterior, de acordo com a estimativa do Departamento de Agricultura dos EUA.

Por Hallie Gu e Dominique Patton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below