November 21, 2018 / 9:44 AM / 25 days ago

Tribunal de Tóquio decide manter prisão de Carlos Ghosn por 10 dias, diz Kyodo

Carlos Ghosn, presidente da Renault-Nissan-Mitsubishi, em Paris 01/10/2018 REUTERS/Regis Duvignau

TÓQUIO (Reuters) - Um tribunal de Tóquio decidiu manter a prisão do presidente do conselho de administração da Nissan, Carlos Ghosn, e do diretor-representante Greg Kelly por 10 dias, disse a agência de notícias Kyodo News nesta quarta-feira.

Ghosn foi preso na segunda-feira depois que uma investigação interna da Nissan descobriu que ele havia supostamente cometido fraudes durante anos, incluindo o uso pessoal de dinheiro da empresa e a não declaração de ganhos.

Reportagem de Chris Gallagher

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below