November 23, 2018 / 1:08 PM / 22 days ago

Investigação antitruste da UE tem como alvos Amadeus e Sabre

Aeroporto de Frankfurt 14/11/2016 REUTERS/Ralph Orlowski

BRUXELAS (Reuters) - Reguladores antitruste da União Europeia estão investigando as empresas fornecedoras de serviço global de distribuição (GDS, na sigla em inglês) Amadeus (AMA.MC) e Sabre (SABR.O) por termos contratuais que dizem que podem impedir companhias aéreas e agentes de turismo de optar por concorrentes.

Companhias aéreas normalmente vendem cerca de 70 por cento de suas passagens por meio de terceiros, como agentes de viagem, mas têm um relacionamento tenso com fornecedoras de GDS, que usam redes de software para vender produtos como passagens aéreas e quartos de hotéis para consumidores.

Essas companhias geralmente alcançam margens de lucro muito maiores do que as companhias aéreas, cujas passagens ajudam a distribuir.

Tentativas anteriores de contorná-las e trazer clientes de volta ao seu próprio sistema de compra geralmente resultaram em companhias aéreas perdendo clientes e então retrocedendo.

A Comissão Europeia abriu uma investigação sobre as duas companhias nesta sexta-feira, dizendo que as práticas da Amadeus e da Sabre podem violar regras de concorrência da UE e resultar em preços maiores para os consumidores.

“Estamos preocupados que tais restrições podem criar barreiras para inovação e elevar custos de distribuição de passagens, finalmente elevando preços de passagens para turistas”, disse a comissária de Competição europeia, Margrethe Vestager, em comunicado.

Por Robin Emmott

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below