November 29, 2018 / 4:09 PM / 20 days ago

Suzano obtém aprovação da UE para incorporar Fibria com interrupção de contrato com Klabin

SÃO PAULO (Reuters) - A criação da maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, oriunda da incorporação da Fibria pela Suzano, foi aprovada pela União Europeia, afirmaram as empresas nesta quinta-feira, liberando-as para marcarem a conclusão do processo de formação do grupo para 14 de janeiro.

Rolo de papel em fábrica 10/05/2018 REUTERS/Darrin Zammit Lupi

Como consequência, o contrato de fornecimento de celulose produzida pela Klabin para a Fibria será interrompido, uma condicionante imposta pelo bloco de países para aprovar a operação, informaram as companhias.

Em comunicado, a Comissão Europeia afirmou que o encerramento do contrato com a Klabin elimina em relação à fusão. “A solução proposta reduz a capacidade total e as vendas da entidade resultante da fusão, e assegura que os volumes de BEKP (celulose de fibra curta) da Klabin, atualmente vendidos pela Fibria, não estarão sob o controle da entidade resultante da fusão”, afirmou a Comissão Europeia.

A capacidade conjunta anual de produção de Suzano e Fibria será de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papel. O grupo terá cerca de 37 mil empregados diretos e indiretos e 11 fábricas. As duas juntas tiveram 10,1 bilhões de reais em geração operacional de caixa e 24,5 bilhões em receita líquida de janeiro a setembro deste ano.

A ação da Suzano tinha alta de 2 por cento e a da Fibria tinha ganho de 1 por cento, às 13h54 (horário de Brasília).

Procuradas, as empresas não informaram como substituirão o contrato de fornecimento de celulose da Klabin, acertado em 2015 e com vigência de seis anos. O acordo previa fornecimento mínimo de 900 mil toneladas anuais de celulose para a Fibria.

Já a Klabin afirmou que vai optar por vender ela mesma o insumo antes vendido à Fibria. “Muitos compradores de BEKP já mantêm relacionamento direto com a Klabin”, afirmou a companhia, que além de celulose produz papelão para embalagens.

“A Klabin conta com adequada estrutura comercial, logística (...) e com esse passo firma-se como um fornecedor independente e competitivo também no mercado internacional”, adicionou.

Em relatório, o Itaú BBA afirmou que a aprovação da Comissão Européia é positiva, uma vez que o acordo foi aprovado por todas as autoridades antitruste sem restrição maior.

“Mas é importante ressaltar que a rescisão antecipada do contrato da Klabin terá um impacto de capital de giro negativo para a Suzano/Fibria de 700 milhões de dólares”, afirmaram os analistas do Itaú BBA.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below