November 29, 2018 / 5:04 PM / 6 months ago

EXCLUSIVO-Rússia aceita reduzir oferta de petróleo, mas ainda negocia com sauditas

LONDRES/MOSCOU (Reuters) - A Rússia está cada vez mais convencida de que precisa reduzir a produção de petróleo junto com a Opep, mas ainda está negociando com a Arábia Saudita, líder do grupo produtor, sobre o momento e o volume de quaisquer cortes, disseram duas fontes da indústria à Reuters.

O Ministério da Energia da Rússia se reuniu com chefes da produção doméstica de petróleo na terça-feira, antes da cúpula da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados em 6 e 7 de dezembro em Viena.

“A ideia da reunião foi que a Rússia precisa reduzir. A questão-chave é o quão rápido e em quanto”, disse uma fonte familiar às conversas entre as empresas de petróleo russas e a pasta.

“A maior parte das pessoas concorda que precisamos fazer a redução imediatamente, precisa ser um processo gradual como da última vez”, disse a fonte, que pediu para não ser identificada já que não tem permissão para falar com a mídia. O Ministério da Energia recusou comentar.

As petroleiras russas Rosneft e Gazprom Neft não quiseram comentar. A Lukoil, Tatneft, Surgutneftgas, Gazprom e Novatek não responderam imediatamente a pedidos por comentário.

A Opep e seus aliados estão restringindo a produção em um pacto fechado em 2016 para impulsionar os preços.

Por Dmitry Zhdannikov e Olesya Astakhova

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below