November 29, 2018 / 10:30 PM / 17 days ago

Wall Street recua com peso de ações de tecnologia e bancos

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street fechou em leve queda nesta quinta-feira com recuo de ações financeiras e de tecnologia, que ofuscaram ganhos provocados pela ata do Federal Reserve mostrando que o banco central discute sobre quando interromper as altas de juros.

O Dow Jones caiu 0,11 por cento, para 25.338 pontos, o S&P 500 perdeu 0,22 por cento, para 2.737 pontos e o Nasdaq recuou 0,25 por cento, para 7.273 pontos.

A ata mostrou que quase todas as autoridades do Federal Reserve no último encontro concordaram que outro aumento da taxa de juros estava “provavelmente justificado muito em breve”, mas também abordou vários assuntos que começam a pesar em sua visão sobre a economia. A divulgação trouxe breve alívio de alta nas ações, mas os ganhos se perderam antes do fechamento.

Na véspera, Wall Street teve um rali com os comentários do chairman do Fed, Jerome Powell, lido por muitos investidores como um sinal de que o ciclo de aperto monetário dos últimos três anos está chegando ao fim.

“A postura do Fed é muito mais dovish do que era no início do ano”, disse Matthew Keator, sócio no Keator Group. “(O Fed tem) sinalizado ainda que vai esperar dados em vez de apenas estar ideologicamente preso numa política particular de simplesmente elevar juros para médias históricas mais normais.”

O nervosismo sobre tarifas continuou a preocupar investidores conforme aguardam a cúpula do G20 em Buenos Aires, onde o presidente Donald Trump se encontrará com seu colega chinês, Xi Jinping, no sábado para discutir comércio.

Ações de tecnologia foram as que mais pesaram em todos os três principais índices de ações dos EUA, com o índice do setor de tecnologia do S&P 500 em baixa de 0,95 por cento.

Ações financeiras sensíveis a taxas de juros caíram 0,8 por cento, conforme os rendimentos dos Treasuries de 10 anos seguiram em queda, após a divulgação da ata do Fed.

Entre os maiores bancos dos EUA, ações de JPMorgan, Citigroup, Bank of America, Goldman Sachs e Morgan Stanley fecharam em queda de 0,8 a 1,8 por cento.

Dos 11 principais setores do S&P 500, cinco fecharam em território negativo.

Reportagem de Stephen Culp

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below