December 19, 2018 / 6:55 PM / 9 months ago

BCE abandona teste de seleção depois de encontrar respostas online

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu disse que as respostas para um teste online usado desde 2014, alvo de alerta de funcionários, estavam disponíveis online para concorrentes a vagas na instituição e admitiu que alguns candidatos podem ter trapaceado.

Um funcionário disse que, à medida que o teste não era monitorado, alguns grupos combinaram respostas durante “festas de pizza” em frente a uma tela grande, de acordo com uma postagem do BCE num fórum em sua intranet.

O teste, que deve avaliar a habilidade do candidato em processar informação, tem sido usado pelo BCE para filtrar diversas inscrições para posições junior, e recentemente como supervisores.

O BCE disse a funcionários neste mês que iria abandonar o fornecedor do teste, uma firma britânica chamada Team Focus, e descartar os últimos resultados depois que as respostas foram encontradas online.

O diretor da Team Focus Roy Childs não respondeu aos pedidos da Reuters por comentários.

“Soubemos recentemente que as respostas para os testes online foram postadas num grupo na internet e podem ter sido usadas para trapacear uma campanha para analistas”, disse o BCE em sua postagem no dia 5 de dezembro.

“Nós lamentamos estar em uma situação na qual o comportamento trapaceiro de alguns candidatos tem um impacto em (outros) candidatos.”

Mas isso ocorre mais de dois anos depois que representantes dos funcionários alertaram sobre o risco pela primeira vez, incluindo um encontro com as supervisoras-chefe Daniele Nouy e Sabine Lautenschlaeger em janeiro de 2017.

Candidatos podiam criar contas falsas para ter acesso às questões antes da hora ou pedir que outra pessoa respondesse ao teste, disseram os representantes em uma carta datada de outubro de 2016.

Emmanuel Larue do IPSO disse à Reuters: “Com esse teste, quem colou foi premiado e isso não é um risco que o BCE pode assumir.”

O banco tem pedido aos candidatos para realizarem um novo teste com base nessa premissa, disse o BCE em sua postagem na intranet.

Um porta-voz acrescentou que a instituição iria trabalhar agora com outro fornecedor “usando medidas melhores de segurança”.

O BCE não fez anúncio sobre as pessoas que já foram contratadas usando o teste e o porta-voz não respondeu quantos empregos foram obtidos por meio do teste.

O banco central contratou 639 trabalhadores fixos ou contratos temporários no ano passado.

O contrato com o Team Focus valia entre 800.000euros e um milhão de euros, mais impostos, de acordo com o site do BCE.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7757))

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below