December 21, 2018 / 9:19 PM / a month ago

Trump diz ser improvável que Senado aprove recursos para muro; paralisação do governo se aproxima

Por Ginger Gibson e Steve Holland e Susan Heavey

Trump na Casa Branca 21/12/2018 REUTERS/Joshua Roberts

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu nesta sexta-feira haver uma grande chance de o Senado não aprovar sua exigência de 5 bilhões de dólares para financiar projeto de construir um muro na fronteira com o México, e que isso provavelmente acarretará na paralisação da máquina estatal a partir de meia-noite.

Antes de uma reunião com senadores republicanos na Casa Branca, Trump escreveu no Twitter que “os democratas são agora responsáveis pela paralisação”, mesmo que na semana passada, ele tenha dito que se sentia “orgulhoso” em paralisar o governo em nome da segurança na fronteira. “Vou ser eu que vou paralisar [o governo]”, afirmou então.

“Se os democratas votarem não, vai haver uma paralisação que vai durar por muito tempo”, escreveu ele em um tuíte.

O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, rechaçou a culpa. “Presidente Trump, você é o responsável pela paralisação”, disse ele no plenário da Casa. “Você mesmo disse isso com suas palavras”.

Os senadores republicanos Bob Corker e Richard Shelby disseram que as negociações estão em curso sobre uma possível solução mediada para a lei orçamentária.

Um experiente assessor de um senador republicano disse haver esperanças de que democratas e republicanos possam encontrar um meio termo sobre uma lei orçamentária provisória, que possa garantir mais recursos para a segurança na fronteira do que na primeira versão aprovada pelo Senado, no início da semana – embora menos do que os 5 bilhões de dólares para o muro, conforme aprovado na Câmara dos Deputados.

Os senadores republicanos Lamar Alexander e Marco Rubio se mostraram frustrados com o que chamaram de mudança de posição pela Casa Branca. Rubio disse que no início da semana os republicanos apoiaram a lei sem os recursos específicos para o muro porque o vice-presidente, Mike Pence, os tinha dito que a Casa Branca estava aberta a aceitar a proposta que incluía 1,6 bilhão de dólares para a segurança fronteiriça.

“CAMINHO RAZOÁVEL”

“Tínhamos um caminho razoável, e havia toda a indicação do presidente de que ele sancionaria”, disse Alexander.

Trump convocou senadores republicanos para uma reunião na Casa Branca nesta sexta para pressionar por recursos para o muro, antes de uma votação inicial para saber se colocariam em pauta um projeto de lei aprovado na Câmara que prevê os 5 bilhões de dólares.

Em seguida, porém, Trump disse haver uma boa chance de que a legislação não seria aprovada no Senado, aumentando as chances de paralisação.

A votação sobre o projeto de lei deve ser prolongada, uma vez que muitos senadores haviam deixado Washington para o recesso de Natal, por achar que a questão já estava garantida, e agora se encaminham de volta à capital norte-americana. 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below