December 25, 2018 / 5:37 PM / in a month

Trump critica Fed novamente sobre juros; diz que empresas dos EUA são oportunidade

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reiterou nesta terça-feira que o Federal Reserve, o Banco Central americano, estava aumentando as taxas de juros muito rapidamente, mas acrescentou que as empresas do país eram “as maiores do mundo” e apresentavam uma “tremenda” oportunidade de compra para investidores.

“Eles estão aumentando as taxas de juros muito rapidamente porque eles acreditam que a economia está muito bem. Mas eu acho que eles vão entender isso muito em breve”, disse Trump a jornalistas no salão oval da Casa Branca, referindo-se ao Banco Central norte-americano.

“Eu tenho muita confiança nas nossas empresas. Temos empresas, as maiores do mundo, e elas estão indo muito bem. Elas têm números recordes. Então acredito que essa seja uma oportunidade enorme de compra”, disse Trump após falar com as tropas norte-americanas destacadas no exterior através de uma videoconferência.

Ações dos EUA caíram bruscamente nas últimas semanas com preocupações sobre um crescimento de econômico mais fraco. Trump colocou a culpa no Fed, abertamente criticando seu presidente, Jerome Powell, que ele mesmo indicou.

Informações na imprensa sugerem que Trump já chegou a discutir a demissão de Powell. O presidente disse à Reuters em agosto que não estava “empolgado” com o presidente do Fed.

Na segunda-feira, Trump disse que “o único problema que a nossa economia tem é o Fed”.

Todos os três maiores índices de ações dos Estados Unidos encerraram em queda de mais de 2 por cento no dia antes do feriado de Natal.

O S&P 500 perdeu mais de 19,8 por cento de seu valor do fechamento desde em 20 de setembro, pouco abaixo do patamar de 20 por cento que define normalmente um mercado em tendência de baixa.

O Fed subiu as taxas de juros novamente na semana passada, como era amplamente esperado.

O secretário do Tesouro, Steve Mnuchin, fez uma teleconferência com o grupo de trabalho do presidente sobre mercados financeiros, um órgão conhecido informalmente como a “equipe de proteção de quedas”, que normalmente só se reúne durante tempos de volatilidade pesada no mercado.

A reunião, no entanto, agitou mais os mercados do que os tranquilizou.

Reguladores presentes na ligação disseram que não viam nada fora do normal nos mercados financeiros durante as vendas recentes, de acordo com fontes familiarizadas com o assunto.

Reportagem de Makini Brice

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below