January 11, 2019 / 4:11 PM / 10 months ago

Safras corta previsão para colheita de soja do Brasil em 5,3%, a 115,7 mi t

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja 2018/19 do Brasil, em colheita, deverá cair para 115,7 milhões de toneladas, projetou nesta sexta-feira a Safras & Mercado, em um corte de 5,3 por cento ante a previsão anterior (122,2 milhões de toneladas) em razão do clima desfavorável em alguns Estados produtores.

REUTERS/Roberto Samora

O volume, caso se confirme, representaria uma queda de 4,2 por cento frente o recorde de cerca de 120 milhões de toneladas de 2017/18.

A revisão feita por Safras & Mercado se segue a outras já realizadas nos últimos dias por consultorias e pela própria Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Os problemas climáticos registrados a partir de dezembro trouxeram perdas relevantes de produtividade nos Estados do Paraná e de Mato Grosso do Sul. As lavouras que mais sofreram foram as semeadas precocemente e que estavam em um momento importante do enchimento dos grãos”, explicou em nota o analista Luiz Fernando Roque, de Safras & Mercado.

Em sua avaliação, boa parte dessas perdas já é irreversível, embora seja cedo para uma definição precisa sobre o tamanho do prejuízo, já que plantações semeadas mais tardiamente não sofreram tanto com a falta de umidade.

“No Sul, o excesso de chuvas na época do plantio trouxe a necessidade de replantio de diversas áreas no Rio Grande do Sul, mas não podemos falar em perdas produtivas no momento. Nos demais estados do Centro-Oeste, houve registro de problemas regionalizados que também impactaram lavouras, mas de uma forma mais isolada”, acrescentou Roque.

Ele disse ainda que no Norte/Nordeste a falta de chuvas começa a preocupar.

As próximas quatro semanas serão decisivas para a definição das produções nos estados do Centro-Oeste e do Sudeste, além do Paraná, destacou a consultoria, citando previsões, contudo, que apontam para chuvas abaixo da média nas próximas duas semanas.

MILHO

Conforme Safras & Mercado, a produção brasileira de milho deverá totalizar 93,4 milhões de toneladas na temporada 2018/19, com elevação de 16,6 por cento sobre a safra anterior, mas 1,6 por cento abaixo dos 94,9 milhões considerados em novembro.

A expectativa é de que a área plantada cresça 3,4 por cento neste ciclo, para 16,8 milhões de hectares.

Do volume previsto por Safras & Mercado, a primeira safra, colhida no verão, deverá registrar 24,8 milhões de toneladas no centro-sul (+1,1 por cento), enquanto a segunda, a “safrinha”, 62 milhões de toneladas (+27,4) na mesma região.

A consultoria indica ainda produção de 6,5 milhões de toneladas de milho para as regiões Norte e Nordeste, queda de 5 por cento.

Por José Roberto Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below